Porto Alegre, 23 de Janeiro de 2018

Francisco: "Em Sarajevo, eu aprendi a capacidade de sofrimento, perdão e diálogo"


O papa recebe o presidente da Bósnia e Herzegovina, Dragan Covic, juntamente com uma delegação do comitê que organizou a visita de 6 de junho


"Muito obrigado por esses exemplos que vocês dão à humanidade. Muito obrigado!", disse o papa Francisco nesta manhã ao saudar o presidente Dragan Covic, a quem cabe o turno atual da presidência coletiva da Bósnia e Herzegovina.

Estavam presentes com ele na audiência os representantes da comissão organizadora da visita pastoral que o papa fez a Sarajevo em 6 de junho passado, além do cardeal Vinko Puljic.
 
Recordando a viagem, Francisco disse ainda guardar no coração "tantas coisas boas e belas que eu aprendi com vocês: a capacidade de sofrer – vocês sofreram muito –, a  capacidade de perdoar, ou pelo menos de buscar o perdão, a capacidade de se unir e trabalhar em conjunto, a capacidade de diálogo".

"Peço que vocês saúdem por mim o seu povo, todo o povo", acrescentou o papa, e "as comunidades de religião diferente, mas que se reúnem e dialogam pelo bem do país".

"Este é um serviço para o bem da sua pátria e eu sinceramente o agradeço. Que eles possam falar uns com os outros e ajudar a pátria a avançar. Saúdem os seus bravos jovens! Eu me lembro das perguntas que eles me fizeram. Eles são a promessa da sua pátria!".

Ao encerrar, Francisco os exortou a pedir a Deus, "o Deus de todos, Deus Pai de todos", que "nos abençoe, abençoe a nossa vida, abençoe a nossa casa, abençoe as nossas famílias, abençoe os nossos filhos e abençoe o futuro da Bósnia e Herzegovina. E vão em frente por este caminho!".