Porto Alegre, 19 de Agosto de 2018

Jovens de Santarém realizam Mochilaço

Com objetivo de refletir sobre a importância da solidariedade na vida comunitária como impulso para a transformação social, cerca de 200 jovens participaram, de 17 a 19 de julho, do primeiro “Mochilaço da Juventude”, da diocese de Santarém (PA). A inciativa da atividade missionária, organizada pela Pastoral da Juventude Diocesana (PJ), ocorreu nos bairros Jaderlandia, Maicá, Pérola do Maicá e Vigia.

Secretário diocesano da PJ de Santarém, Anderson Castro, destacou as intenções da experiência. “Queremos levar a mensagem de que um mundo baseado no companheirismo e no amor é possível” afirmou.

Os participantes são oriundos de todos os cantos do município de Santarém, desde bairros centrais a regiões de rios e floresta. Durante os três dias, a programação contou com o compartilhamento de experiências e a integração com a realidade social dos moradores locais. Também houve debates, mesas redondas, momentos espirituais e culturais.

As comunidades que receberam as atividades do Mochilaço estão localizadas no limite geográfico da zona urbana de Santarém e enfrentam desafios como a precariedade no transporte público, a falta de segurança, dificuldade no acesso à saúde, entre outras. Foi possível também se deparar com problemas que afligem a Amazônia, como a degradação de áreas de proteção ambiental, conflitos entre grandes empresas e moradores, além da luta por terra e moradia.

Por meio da atividade missionária, a intenção da PJ foi fazer com que a interação tão próxima com estas realidades motivasse a inquietude dos jovens frente aos desafios, “que muitas vezes são apresentados de forma superficial”. “Espera-se que esta inquietude resulte em propostas de mobilização e gestos concretos, que queiram mudar o atual quadro social”, explicou o secretário.

Cerca de 60 famílias voluntariaram-se para receber os participantes do evento, que ficaram hospedados em casas das comunidades. “Recebemos essas pessoas com muito carinho e estamos felizes, pois eles trazem palavras de esperança e motivação para juventude daqui”, concluiu Gabriele Viana, que acolheu mochileiros em sua residência.
Com informações da Pascom de Santarém