Porto Alegre, 23 de Janeiro de 2018

Romaria a Caravaggio acolhe milhares de fiéis

Cerca de 250 mil pessoas participaram da 136ª Romaria a Caravaggio, realizada de 23 a 26 de maio, na diocese de Caxias do Sul (RS). O número foi divulgado durante entrevista coletiva à imprensa com a presença do reitor do Santuário de Caravaggio de Farroupilha (RS), padre Gilnei Fronza; do major da Brigada Militar, Luis Fernando Becker; e do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Farroupilha, Fabiano Piccoli.

 Neste ano, a Romaria teve como lema: “Não tenhais medo, anunciai a paz!”. Foi marcada por celebrações, ocorridas de hora em hora. No primeiro dia, a missa campal contou com a presença dos bispos eméritos da diocese de Uruguaiana, dom Nei Paulo Moretto e dom Angelo Salvador; além do bispo diocesano, dom Alessandro Ruffinoni e de diversos padres.

O livro “Caravaggio, 50 anos de trabalho e fé!”, da autora Ivone Foletto Vendrúsculo, foi lançado no sábado, 23. Dom Ruffinoni e padre Gilnei prestigiaram o lançamento. 

No domingo, os jovens do Setor Juventude da diocese de Caxias do Sul, responsáveis pela 2ª Romaria da Juventude, lotaram o altar na missa das 10h30, presidida pelo bispo de Cruz Alta, dom Adelar Baruffi, acompanhado por dom Ruffinoni e por dom Nei Moretto, além do vigário geral, Izidoro Bigolin.

No dia do encerramento, 26, o bispo auxiliar de Porto Alegre (RS), dom Leomar Brustolin,  foi o responsável por celebrar a missa campal das 10h30, ao lado do bispo de Montenegro (RS), dom Paulo de Conto.

No último dia, um grupo de 60 senegaleses muçulmanos saíram de Caxias do Sul e caminharam até o Santuário de Caravaggio, no percurso de 20 quilômetros, carregando uma bandeira de paz. Ao chegarem ao desino, cantaram uma canção sobre a paz no Senegal e foram acolhidos pelo reitor, padre Gilnei Fronza.

Com informações do Setor de Comunicação da diocese de Caxias do Sul.