Porto Alegre, 19 de Agosto de 2018

Mensagem dos Bispos do Brasil às Consagradas e Consagrados


Reunidos em Assembleia Geral, em Aparecida, os bispos enviaram hoje, no dia do encerramento do evento, uma mensagem a todas as consagradas e consagrados.  “Nós, Bispos do Brasil, reunidos na 53a Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, manifestamos a todas as Consagradas e a todos os Consagrados o nosso apreço e a nossa comunhão, neste Ano da Vida Consagrada proclamado pelo Papa Francisco”, é um trecho da mensagem.

A carta é assinada pela coordenação anterior na pessoa do presidente, Dom Raymundo Damasceno Assis, do vice, dom Belisário da Silva, ofm e do secretário-geral, dom Leonardo Steiner, ofm.

A mensagem ressalta o trabalho missionário e pioneiro dos Religiosos e Religiosas em território nacional afirmando-os como protagonistas da evangelização. “Expressamos a nossa gratidão à Vida Consagrada que por primeiro proclamou o Evangelho nesta Terra de Santa Cruz, na qual partilhou o dom da fé. Desde o início da Igreja em nossas terras, muitos Consagrados e Consagradas foram e são pioneiros nos mais diversos ambientes, na evangelização, na promoção humana e na vida contemplativa, doando a própria vida para testemunhar a alegria do Evangelho e o amor pelos pequenos e pobres”.

Os bispos manifestam constatar nos religiosos a alegria da consagração e seu dinamismo e asseguram a necessidade da presença e do serviço missionário destes à Igreja do Brasil.
E reafirmaram as palavras do Francisco dizendo que onde há religiosos, há alegria. “Dirigimo-nos a vocês com o mesmo afeto do Papa Francisco: “quero dizer-vos uma palavra e a palavra é de alegria. Sempre onde estão os consagrados, sempre há alegria” (Papa Francisco, Discurso no encontro com Seminaristas, Noviços e Noviças, 6.7.2013).

A Assembleia dos Bispos se encerra nesta sexta, 24,com a tomada de posse da nova direção da CNBB.

Mensagem às Pessoas de  Vida Consagrada
 
“Enviou-os [...] a toda cidade e lugar para
onde Ele mesmo devia ir” (Lc 10,1).
 
Nós, Bispos do Brasil, reunidos na 53a Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, manifestamos a todas as Consagradas e a todos os Consagrados o nosso apreço e a nossa comunhão, neste Ano da Vida Consagrada proclamado pelo Papa Francisco.

Expressamos a nossa gratidão à Vida Consagrada que por primeiro proclamou o Evangelho nesta Terra de Santa Cruz, na qual partilhou o dom da fé. Desde o início da Igreja em nossas terras, muitos Consagrados e Consagradas foram e são pioneiros nos mais diversos ambientes, na evangelização, na promoção humana e na vida contemplativa, doando a própria vida para testemunhar a alegria do Evangelho e o amor pelos pequenos e pobres. Inflamados pelo amor a Cristo, em atitude de desprendimento e de saída, a exemplo do Mestre que “veio para servir”, lançaram-se à missão para plantar uma Igreja servidora, em áreas difíceis, nem sempre assumidas por todos. Reconhecemos a contribuição que a Vida Consagrada continua dando à evangelização no Brasil, inserida nas periferias geográficas e existenciais às quais é levada “movida pela caridade que o Espírito Santo derrama nos seus corações” (PC, n. 1).

A alegria que “enche o coração e a vida dos que se encontram com Jesus Cristo” (EG, n. 1) continue envolvendo e transformando o coração de todos vocês. Essa alegria é sinal inequívoco da fiel vivência do carisma e da missão que lhes foi concedido como dom. Nossa palavra fraterna recorda o que nos ensinou o Concílio Vaticano II: “quanto mais fervorosamente se unirem a Cristo por uma doação que abraça a vida inteira, tanto mais rica será a sua vida para a Igreja e mais fecundo o seu apostolado” (PC, n. 1).

Estimadas Consagradas e Consagrados, a Igreja no Brasil necessita sempre de vocês e do ardor profético que animou as gerações que lhes antecederam, das quais vocês são herdeiros e continuadores. No testemunho de vocês compreendemos que “a Vida Consagrada é chamada a ser uma vida discipular, apaixonada por Jesus-Caminho ao Pai Misericordioso. [...] É chamada a ser uma vida missionária, apaixonada pelo anúncio de Jesus-Verdade do Pai, por isso mesmo, radicalmente profética” (DAp, n. 236).

Dirigimo-nos a vocês com o mesmo afeto do Papa Francisco: “quero dizer-vos uma palavra e a palavra é de alegria. Sempre onde estão os consagrados, sempre há alegria” (Papa Francisco, Discurso no encontro com Seminaristas, Noviços e Noviças, 6.7.2013). Como o Ano da Vida Consagrada é destinado a toda a Igreja, exortamos a todos os membros de nossas Igrejas particulares a redescobrirem e a valorizarem o dom da especial consagração a Deus. “A Vida Consagrada é um dom do Pai, por meio do Espírito, à sua Igreja, e constitui um elemento decisivo para a sua missão” (VC, n. 1, 3).

Em nosso zelo de pastores, continuaremos a incentivar e a promover a Vida Consagrada. Nosso sincero desejo é que o testemunho de comunhão e colaboração da Vida Consagrada em nossas Igrejas particulares faça desabrochar uma nova primavera vocacional, coroada de abundantes frutos.

Que Nossa Senhora Aparecida, serva fiel do Senhor, Mãe e modelo das Consagradas e Consagrados, os sustente e ampare na vocação e consagração!
 
Aparecida, SP, 18 de Abril de 2015.
 
  Cardeal Raymundo Damasceno Assis
       Arcebispo de Aparecida                                   Presidente da CNBB    Dom José Belisário da Silva, OFM
                                                                                        de São Luís do Maranhão
                                                                                        Vice Presidente da CNBB
           Dom Leonardo Ulrich Steiner
              Bispo Auxiliar de Brasília
            Secretário Geral da CNBB

 Por Rosinha Martins