Porto Alegre, 19 de Novembro de 2019

Degraus do amor

O primeiro degrau faz a alma enfermar proveitosamente… porque nela a alma more ao pecado e a todas as coisas que não são de Deus. (p.161).

O segundo degrau faz a alma buscar Deus sem cessar.(p.161).

O terceiro degrau da escala amorosa é o que faz a alma agir e que lhe dá calor e ardor para não pecar. Sobre isto diz o salmista: “Feliz quem teme o Senhor e se entusiasma com seus mandamentos”(Salmo 11,1)…Considera pequenas as grandes obras que faz pelo Amado, as que são muitas considera poucas.(p.162).

O quarto degrau é o constante sofrimento sem se cansar.(p.163).

O quinto degrau de amor impele a alma para desejar e cobiçar a Deus impacientemente.(p.164).

O sexto degrau faz a alma correr com ligeireza para Deus e tocá-lo muitas vezes e, sem desfalecer, corre pela esperança. O amor a fez tão forte que a leva a voar com ligeireza. A propósito deste degrau diz Isaías: “Os que esperam no Senhor renovam suas forças, abrem asas como as águias, correm sem se cansar, caminham sem desfalecer”(Isaías 40, 31).

O sétimo degrau desta escada torna a alma atrevida e com veemência….É o que diz o Apóstolo: ‘A caridade tudo crê, tudo espera e tudo pode’(1Cor 13, 7). Os que alcançaram este grau conseguem de Deus o que lhe pedem com gosto: “Será o Senhor tua delícia e te dará o que pede o teu coração”.

O oitavo degrau de amor leva a alma a agarrar e segurar sem largar o amado, como diz a esposa: “Encontrei o amor de minha alma; agarrei-o e não mais o soltarei”(Ct. 3, 4).

O nono degrau faz a alma arder suavemente. Este é o degrau dos perfeitos, que ardem suavemente, porque o Espírito Santo produz neles este ardor suave e deleitoso, consequência da união que têm com Deus.(p.167).

O décimo degrau já não é desta vida. O décimo e último degrau desta escada secreta de amor torna a alma totalmente semelhante a Deus, pela clara visão de Deus que em seguida a alma possui imediatamente, pois, havendo chegado nesta vida ao nono grau, ela sai do corpo. Porque estes poucos que o alcançam não entram no purgatório, pois já estão mais do que purificados pelo amor.

São João da Cruz. Noite Escura lida hoje. Ballester. Paulus. 5.ed.2005.