Porto Alegre, 11 de Dezembro de 2019

Fraqueza do ser humano diante da perfeição de Deus

Porque, quanto mais a alma se aproxima de Deus, mais sente, por causa de sua fraqueza, trevas obscuras e profunda escuridão. O grande esplendor do sol causará mais trevas e dor a quem esteja mais perto do sol pela fragilidade e impureza de seus olhos.(p.150).

Na verdade, a alma constata que tem verdadeira determinação e eficácia para não ofender a Deus e para cumprir sua vontade. Aquele amor obscuro infunde nela muito diligente preocupação e inquietude interior no sentido de ver o que poderá fazer para dar-lhe gosto e examinando mil vezes se o ofendeu em alguma coisa.(p.152).

São João da Cruz. Noite Escura lida hoje. Ballester. Paulus. 5.ed.2005.