Porto Alegre, 11 de Dezembro de 2019

Purificação dos sentidos

O primeiro sinal: a alma não encontra gosto nem consolo nas coisas de Deus, mas tampouco nas do mundo.

O segundo sinal de que estamos na noite escura é que continuamente nos lembramos de Deus com diligência e preocupação dolorosa, acreditando que não glorificamos a Deus, mas antes retrocedemos, pelo fato de nos vermos com aquela insipidez para as coisas de Deus.

O terceiro sinal, consiste em não mais meditar nem discorrer com a imaginação como antes, por mais esforços que faça. (p.62-65).

São João da Cruz. Noite Escura lida hoje. Ballester. Paulus. 5.ed.2005